Naturopatia e
Medicina Quântica

Desperte a sua saúde naturalmente.

“O lema que me move é o restabelecimento da saúde física, mental e espiritual do paciente sem recurso a substâncias químicas.”

Naturopatia

O que é a Naturopatia e que tipo de doenças trata?

O Naturopata está para a Medicina Tradicional, como o clínico geral está para a medicina convencional. Trata variadíssimas doenças dentro dos vários sistemas orgânicos - problemas do foro do sistema:

  • nervoso
  • digestivo
  • hormonal
  • metabólico
  • vascular
  • respiratório
  • urogenital
  • osteoarticular

Trata assim patologias como:

  • Depressão
  • Ansiedade
  • Défice de atenção e hiperatividade
  • Gastrite
  • Refluxo Gástrico
  • Doença de Crohn
  • Disbacteriose Intestinal
  • Diabetes
  • Dislipidemias
  • Problemas circulatórios
  • Sinusite
  • Rinite
  • Infeções urinárias
  • Hiperplasia benigna da próstata
  • Artrite
  • Fibromialgia
  • entre outras

É possível regular questões hormonais próprias da menopausa, elaborar planos de emagrecimento e anti aging. Pesquisar carências nutricionais e presença de microrganismos que poderão estar na origem de várias patologias.

A Naturopatia privilegia a alimentação no tratamento da doença, seguindo a máxima de Hipócrates, “que o teu remédio seja o teu alimento e que o teu alimento seja o teu remédio.” Ajuda o organismo a restabelecer-se com a ajuda da fitoterapia e medicina ortomolecular, utilizando substâncias naturais, provenientes de plantas, minerais e vitaminas, em complementaridade com um plano alimentar equilibrado.

A Naturopatia rege-se por vários princípios. Um dos principais: Primum non nocere, significa, não fazer mal. Preocupa-se em tratar a causa, mais do que os sintomas e não utiliza produtos de síntese química no tratamento das patologias.

A Naturopatia privilegia a sinergia entre as várias terapias integrativas, inerentes à sua área de atuação. Através delas, o procedimento terapêutico ganha uma dimensão mais ampla, mais abrangente. É possível, não só fazer um diagnóstico mais preciso, e determinar o fator etiológico, como também, possibilita um tratamento natural, por estimulação orgânica do processo de cura, capaz de entrar em ressonância com o paciente, dado o variado leque de terapias integrativas e dada a sua abordagem terapêutica, voltada para uma visão integral do paciente.

Toda a patologia encerra em si uma possibilidade de cura e a Naturopatia, tem como missão, desenvolver no paciente um ambiente propício para que o organismo consiga ultrapassar os processos desencadeantes da patologia.

A Naturopatia está reconhecida pelo Estado Português desde 2003 (Lei nº 45/2003 de 22 de agosto, Lei do enquadramento base das terapêuticas não convencionais).

Medicina Quântica

O que é a Medicina Quântica e que tipo de doenças trata?

A Medicina Quântica avalia todos os sistemas e órgãos do seu organismo, pesquisa carências de vitaminas e minerais, pesquisa a existência de microrganismos e consegue fazer um “Reset” orgânico, restabelecendo o equilíbrio e bom funcionamento de todo o seu sistema.

Em suma, numa consulta, faz a análise/diagnóstico do paciente e faz o tratamento não invasivo, e indolor.

É feita uma avaliação ao nível celular e consegue “carregar” energeticamente as células para que estas funcionem no chamado “nível óptimo de saúde”.

O diagnóstico é feito em poucos minutos, de seguida faz-se a otimização/tratamento. Consoante o grau de bloqueio do organismo, este procedimento poderá durar uma ou mais do que uma sessão, sensivelmente uma hora e meia.

Trata variadíssimas patologias:

  • Acne
  • Asma
  • Eczema
  • Dermatite
  • Sinusite
  • Cistite
  • Fibromialgia
  • Gota
  • Fadiga crónica
  • Fadiga adrenal
  • Ansiedade
  • Distúrbios emocionais
  • Falta de memória
  • Dores de cabeça
  • Situações decorrentes da menopausa como tonturas
  • Afrontamentos
  • Insónia
  • Irritabilidade

Trata questões hormonais relacionadas com problemas de tiroide (hipotiroidismo, hipertiroidismo, Tiroidite de Hashimoto), aumento de peso, dores menstruais, disfunções sexuais.

Outros distúrbios:

  • Urinários, prostáticos (HBP), renais
  • Patologias digestivas, entre outras, úlcera, colite, gastrite (H. Pylori), doença inflamatória do intestino
  • Diabetes, dislipidemias, obesidade
  • Problemas vasculares e circulatórios, Hipertensão
  • Litíase Renal e hepática

A Medicina quântica baseia-se nos pressupostos da física quântica, segundo a qual, toda a matéria tem uma frequência própria e única. Dentro desta lógica, os nossos órgãos e sistemas fisiológicos possuem uma frequência específica também. A máquina de Biofeedback (Vector 8000) é um dos sistemas de diagnóstico mais avançados do mundo, permite um diagnóstico e análise precisa do paciente.

O sistema de BioFeedback Quântico lidera o campo de medição Bioenergética e é um sistema que analisa o corpo humano de acordo com 16 fatores elétricos, calculando as suas possíveis combinações de impedância, amperagem, voltagem, capacitância, indutância e resistência. O corpo humano é um campo elétrico e, portanto, a sua reatividade pode ser medida assim como a reatividade dos seus tecidos, compostos e células.

Através de parâmetros tri-vectoriais o diagnóstico por Biofeedback permite a obtenção de imagens relativas ao estado de saúde de uma respetiva zona do organismo assim como ao estado de stress celular e energético dessa mesma região.

Com uma base de dados de mais de 10.000 itens diferentes podemos detectar a presença de toxinas, alérgenos, bactérias, fungos, vírus, parasitas, processos inflamatórios, degenerações celulares, deficiências do sistema imunitário, etc.

O diagnóstico por Biofeedback permite detectar alterações funcionais ainda num estado primário e consequentemente promover a prevenção de futuras doenças.

O sistema de BioFeedback utiliza teorias e tecnologia semelhantes a equipamentos de Diagnóstico convencionais como o Ultrassom, Ressonância Magnética, TAC, ECG, Ecografia, etc. os quais medem o corpo e o seu campo elétrico, a fim de prestar informações ao paciente sobre o seu estado de saúde.

O Biofeedback tem a grande vantagem de ser um método não invasivo e sem qualquer transtorno para o paciente, podendo ser realizado em qualquer idade e sem qualquer tipo de efeitos secundários adversos.

Alimentação

Importância da alimentação na prevenção e no restabelecimento da saúde

Desde os primórdios da medicina que o papel da alimentação no restabelecimento das doenças é sobejamente conhecido. Hipócrates, o pai da medicina, na sua famosa frase “que o teu remédio seja o teu alimento e que o teu alimento seja o teu remédio”, apelava aos benefícios da cura através da alimentação.

Nas consultas de Naturopatia, o fator nutrição, é um elemento fundamental e coadjuvante na prevenção e tratamento de todo o tipo de patologias.

“Diz-me o que comes, dir-te-ei quem és…”

Não é apenas, nas patologias mais complexas, como o cancro, que a alimentação cuidada é importante, em cada tipo de doença há sempre uma depleção, uma carência ou um excesso nutricional associado. Assim, é necessário perceber, não só que tipo de alimentos a pessoa ingere, mas, como os ingere, ou seja, se sabe fazer uma boa combinação dos mesmos, a que horas o faz e como processa a digestão dos mesmos.

“Difícil não é comer, é saber comer…”

Na consulta iremos perceber que tipo de alimentação o paciente tem, no caso de existir alguma patologia, como a alimentação pode ajudar a melhorar o seu sistema orgânico, que alimentos deve evitar e quais os que deve privilegiar.

Alimentação nas diversas Patologias

Ansiedade/ Depressão

Nos casos de depressão, ansiedade e estados cognitivos diminuídos, são necessários alimentos que nutram o sistema nervoso, ricos em vitaminas do complexo B, ómega 3, bem como alimentos ricos em triptofano, precursor de neurotransmissores importantes como a serotonina.

Anemia /Tabaco

No caso de fumadores, é importante aumentar o aporte de alimentos ricos em vitamina C (frutas frescas, morango, groselha, limão, laranja, e vegetais como brócolos, espinafre, agrião, pimento verde, rabanete, ou ervas aromáticas como a salsa) pois o tabaco faz depleção desta vitamina.

A vitamina C é um potente antioxidante e ajuda a minorar os efeitos nocivos do tabaco. Além disso é fundamental nos casos de anemia, pois ajuda na absorção do ferro.

A anemia nem sempre é um caso clínico simples, pois o seu aparecimento pode ter várias etiologias e daí a necessidade de se perceber bem qual a origem patológica para depois se proceder a um plano nutricional adequado. De qualquer forma, em geral, é necessário o aporte de alimentos ricos em ferro, vitamina B12, ácido fólico, a vitamina C, como já foi explicitado, vitamina B6 e vitamina E, as quais ajudam igualmente no restabelecimento e absorção do ferro.

Cálculos Renais

Outro exemplo, são os cálculos renais, que alimentos são benéficos para os eliminarmos e quais aqueles que podem aumentar a probabilidade de os perpetuarmos? A maioria das pedras nos rins são formadas por cristais de cálcio, oxalatos de cálcio e muitos são os alimentos que os contêm como os espinafres, rui barbo, beterraba, entre outros. Importante também reduzir proteína e sal, essencialmente, ingerir uma boa quantidade de água e seguir um tratamento com água dialítica para rarefazer as pedras e permitir que estas sejam excretadas sem dor.

Caso as pedras sejam formadas por purinas, teremos que excluir os alimentos ricos nessas substâncias.

Desintoxicação

No caso de desintoxicação alimentar, é entregue um plano com 3 opções para cada refeição, durante um tempo específico, de acordo com o biótipo do paciente e é aconselhada uma alimentação alcalina.

Para cada caso clínico específico é traçado um plano alimentar personalizado, com o foco nas carências específicas do paciente, bem como nas suas necessidades nutricionais, em função da patologia ou dos objetivos do paciente.

Hipotiroidismo /Tiroidite de Hashimoto

No hipotiroidismo, é importante um bom aporte de alimentos ricos em minerais como ferro, selénio, zinco, iodo, pois são essenciais para o bom funcionamento da tiroide e para a correta conversão da T4 em T3.

Na Tiroidite de Hashimoto, uma doença autoimune, deve haver o cuidado em controlar o sistema imunitário e para isso evitar o glúten (está na origem de muitas doenças autoimunes), evitar os lacticínios pelo padrão inflamatório que provocam, suplementar-se em alimentos biodisponíveis em betacarotenos, selénio (Tem a capacidade de reduzir os níveis de anticorpos de tiroide no sangue, importante no hipotiroidismo autoimune), alimentos ricos em vitamina D2 e D3, a sua carência parece estar relacionada com um aumento da tendência para o aparecimento da patologia autoimune da tiroide.

Oncologia

Todos sabemos que num caso oncológico, deve suprimir-se o açúcar, mas porquê? O cancro necessita da glicose para se desenvolver, por outro lado, provoca inflamação constante no corpo. O açúcar é um verdadeiro potenciador dessa inflamação, daí a necessidade de se cortarem todas as fontes de proliferação e consequentemente cortar com o açúcar. Mas para além disso, necessitamos saber que alimentos, pelo contrário, travam o seu processo de disseminação, quais aqueles que poderemos substituir e porquê? Que poder detêm esses alimentos, que processos bioquímicos cessam o seu processo evolutivo.

Regulação Hormonal /Menopausa

São necessários incluir alguns alimentos funcionais para regularmos o perfil hormonal, sobretudo no período pré (climatério), menopausa e pós-menopausa, por forma a mantermos um bom funcionamento do organismo e evitarmos patologias como a osteoporose, excesso de irritabilidade, insónia, suores e outros incómodos comuns neste período.

É necessário incluir na alimentação boas fontes de Boro (legumes em geral, vegetais folhosos, castanhas), cálcio (amora preta, abacaxi, kiwi, ovo cozido, espinafre e outros abaixo indicados), magnésio (abacate, maçã, melancia, laranja, mamão, papaia, pera, ovo cozido, abóbora, acelga, beterraba, brócolos, vegetais de folha escura, avelãs, amêndoas, pistache, lentilhas, nozes, sementes de girassol, sementes de abóbora), vitamina D (salmão, sardinha, ovo, frango, óleo de salmão, óleo de fígado de bacalhau, iogurte, manteiga biológica) e vitamina K ( morangos, laranja, pêssego, abacate, maçã, banana, tomate, acelga, espargos, brócolos, couve de bruxelas, couve-flor, cenoura, espinafre, nabo, farelo de trigo, gérmen de trigo, óleo de amendoim, óleo de palma, miso ou pasta e soja fermentada).

Marcação de consulta

Elsa Macdonald

O meu percurso académico na área da Medicina Tradicional, teve início no I.M.T. (Instituto de Medicina Tradicional), com quatro anos de formação em Naturopatia e Ciências Tradicionais Holísticas, e mais dois anos de especialização em Medicina Tradicional Ayurvédica, num curso, pioneiro e único em Portugal, ministrado pela mesma entidade.

Para além do rigor científico, este curso conferiu-me uma abordagem ampla, nas diversas áreas holísticas, desde:

  • medicina chinesa à medicina ayurvédica
  • homeopatia e isopatia
  • terapias manipulativas
  • técnicas de osteopatia, iridologia, reflexologia, auriculoterapia

Transversal a todo o curso e em lugar de destaque a fitoterapia, alimentação/Nutriterapia e medicina ortomolecular.

O Estágio Clínico, por sua vez, conferiu-me a possibilidade de pôr em prática, todas os conhecimentos, experiências, valores apreendidos, durante os vários anos, e concretizar, dentro do ambiente de trabalho, a consolidação de toda a informação processada no âmbito curricular.

A mais valia curricular é a sinergia que este curso permite, ministrando simultaneamente disciplinas afetas à medicina convencional, permitindo ao profissional de saúde ter uma perpectiva ampla e generalizada quer do mecanismo da doença e ação fisiopatológica, como, permite, focar e procurar a causa da doença, tratar o paciente, para além da sintomatologia.

Observa-se o paciente no seu todo, corpo, mente, numa perspectiva holística, promove-se a harmonia geral, física, mental e espiritual. O meu background profissional como treinadora de desporto, há mais de 25 anos, com várias especializações em nutrição, permite-me unir estes “dois mundos”, a actividade desportiva e a medicina, na prevenção da saúde em geral.

Formada em Naturopatia e Ciências Tradicionais Holísticas
Especialização em Medicina Quântica e Medicina Ayurvédica
Master em Treino Físico, Saúde e Medicina Natural

E-mail: info.macnaturopatia@gmail.com

EstadoFisio
Rua dos Anjos, 63, Lisboa
Tel. 213 154 002
Tel: 912 244 092

Clínica Beleza Natural
Av. 5 de Outubro, 151, 7A Lisboa
Tel. 934 628 566


Desenvolvido por EMIAWEB © Elsa Macdonald, 2019. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade